7 exercicios que ajudam a perder a gordura localizada

É difícil encontrar alguém que não se preocupe com a presença de gordura extra em qualquer parte do corpo. Pode ser na barriga, calças, parte interna das coxas, cintura, braços ou costas. A boa notícia é que essa gordura localizada pode desaparecer, ou pelo menos diminuir, com a combinação de exercícios e uma alimentação balanceada.

Para os iniciantes, exercícios com características aeróbias são importantes, pois atuarão utilizando principalmente a gordura como fonte de energia, mas devemos ressaltar que a gordura sai do corpo como um todo e não apenas na região que está sendo exercitada. “Porém, o que as pessoas querem não é apenas redução de gordura, mas também definição muscular e isso acontece quando há menos gordura e mais músculos. Portanto, também é importante faça o trabalho muscular com foco na área em que deseja obter os resultados mais estéticos ”, afirma o personal trainer Givanildo Matias, do canal Test Trainer.

A estratégia foi amplamente utilizada nas atividades físicas para obter a definição desejada de músculo. "A linha de infeção e ciência sugere treino de intervalo de alta intifada que só pode ser aeróbico ou combinado com trabalho de força muscular/resistência (musculação, treino funcional, pilates, etc.). É como uma corrida de dois minutos numa esteira e duas caminhadas para o trabalho aeróbico e se quiser pode inserir uma série com 2 ou 3 exercícios musculares em cada ciclo disto", diz Mattias. Esta estratégia trará adaptações mais positivas ao corpo e os colegas continuarão a contribuir muito para a queima de gordura, porque este formato gera saída de oxigénio e faz com que o corpo permaneça com o metabolismo mais rápido alguns minutos ou horas depois para cobrir os danos. Uma observação que não pode ser ignorada é que, na prática, já deveria estar razoavelmente bem condicionado para iniciar este tipo de trabalho.

Por isso, listamos os melhores exercícios que podem ser feitos nas regiões onde a gordura localizada é mais desconfortável. Lembre-se que é interessante combiná-los com a aeróbica já mencionada.

SABER MAIS

Veja 11 alimentos que o ajudarão a perder a barriga

Veja as melhores dicas para perder gordura da barriga

Estômago

Para perder a barriga, os músculos da região abdominal precisam ser fortalecidos. Portanto, os exercícios abdominais são grandes aliados nesse processo. É interessante treinar todas as regiões do abdômen. “É preciso trabalhar o supra-abdominal (parte superior), o oblíquo (lateral) e o infra-abdominal (parte inferior)”, diz o personal trainer Givanildo Matias, da rede Test Trainer.

Além disso, não se concentre tanto nas repetições, vale a pena trabalhar o abdómen com menos repetições e alguma repetição sem peso. "Será um ganho favorável para a massa muscular na região", explica o instrutor físico Gabriel Signorelli, instrutor da Bodytech Academys.

As abdominais com bola podem permitir uma amplitude maior de movimento, o que aumenta a intensidade. Para conseguir o fortalecimento da região, é necessário fazer a musculatura abdominal pelo menos três vezes por semana.

cintura

Para reduzir a gordura na região, vale investir em lutas como boxe e muay thai. “Como trabalham na movimentação do tronco, ajudam a definir essa região. Quem luta também vai trabalhar as armas, uma área muito solicitada”, diz Matias. Além disso, as lutas são ótimos exercícios aeróbicos que ajudam na queima de gordura extra. A orientação é praticar essas lutas de duas a três vezes por semana.

Não gosta de brigas? Portanto, conte com a pressão oblíqua, lateral, que irá contribuir para o conjunto de massa muscular no local.

Culote

Para essa região, vale a pena investir na cadeira do sequestrador. Possui movimentos específicos para a musculatura das nádegas e por isso ajudará na redução das coxas. Para realizar o exercício de abdução, posicione o dispositivo na parte externa das pernas e classifique a carga de acordo com sua força. Também vale a pena fazer uma remoção com caneleiras. Este é o melhor exercício para fortalecer a área da culatra.

O passo também é interessante porque trabalha os músculos das nádegas, coxas e panturrilhas. O agachamento também é uma boa alternativa, pois atua na parte interna e externa das coxas. A orientação é exercitar a região pélvica duas a três vezes por semana.

Coxas internas

Para exercitar a parte interna das coxas, invista na cadeira adutora, onde os movimentos são realizados empurrando o aparelho contra a parte interna das pernas. A tubulação no piso com protetores de trilho nas pernas também é uma opção. “Outras boas opções são agachar e fazer leg press com uma bola ou rolo entre os joelhos, mas quem tem problemas com a patela deve evitar essa última opção”, diz Signorelli. A cadeira adutora é a melhor alternativa para trabalhar a parte interna das coxas. A orientação é exercitar a região de duas a três vezes por semana.

armas

Para definir o músculo tríceps do braço, o do tchau, alguns exercícios podem ser grandes aliados. “Tríceps franceses, testes de tríceps, polias, laços de bola, laços concentrados e laços de martelo são boas alternativas para fortalecer a região”, diz Matias. As melhores alternativas são polias de tríceps e exercícios de rosca. A orientação é fazer essa atividade duas a três vezes por semana.

Estes exercícios não são apenas armas que definem. Confira aqui outras atividades que também ajudam a tornar as armas mais bonitas.

Flancos

Para reduzir os flancos, a gordura extra logo acima dos quadris, é preciso focar no abdômen e na parte externa das coxas. “Então invista na barriga inclinada, na lateral e também na cadeira do sequestrador”, explica Matias. Não existe um exercício que se concentre inteiramente na área do flanco. Portanto, é a combinação dos dois exercícios, cadeira inclinada e abdução, que ajuda a definir a área. A orientação é fazer essas atividades de duas a três vezes por semana.

Voltar

A gordura nas costas te incomoda? A solução são atividades para estimular a musculatura dessa região. “Nesse caso, a polia dianteira e a fileira assentada ajudam a fortalecer a região”, diz Matías. Aprenda como avançar neste vídeo. O remo sentado é a atividade mais eficaz, ambas as atividades trabalham as costas como um todo. A orientação é fazer essas atividades duas vezes por semana.

Comentários (5)

*Estes comentários foram gerados por este site.

  • Cláudia Q Miotto
    Cláudia Q Miotto

    Gostei do produto

  • Jenny Pierro Kalbusch
    Jenny Pierro Kalbusch

    Muito bom recomendo.

  • ellie-rosa e beppler
    ellie-rosa e beppler

    Gostei muito do produto

  • aleixa bücler
    aleixa bücler

    Compro diretoestou muito santisfeito produto muito bom

  • rubi d. da cruz
    rubi d. da cruz

    Amo

Deixe o seu comentário

Ótimo! Agradecemos você por dedicar parte do seu tempo para nos deixar um comentário.