As novas regras da fome

Seu GPS para navegar em cada etapa do espectro da fome, de faminto a empanturrado

É incrível como a sensação de fome pode repentinamente chegar até você. Em um minuto você tem um pressentimento para uma mordidinha, no próximo você quer um galão de sorvete de massa de biscoito e quer agora!

Sua barriga temperamental provavelmente não é o problema - a questão é que você ' reinterpretando suas sugestões. "Nem toda fome é criada da mesma forma, mas muitas vezes a tratamos da mesma maneira", diz Susan Albers, Psy.D., psicóloga clínica da Clínica Cleveland em Ohio e autora de Eat. Q . "Estamos propensos a dizer que estamos com fome, mas existem diferentes níveis de fome." E essa falha de comunicação pode levar a escolhas alimentares inadequadas, o que pode resultar em picos de açúcar, fadiga, confusão mental, ganho de peso e outros problemas de saúde.

Aprenda a interpretar seu estômago, no entanto, e você poderá descubra o quanto você realmente está com fome e aja de acordo. Use este guia como sua Pedra de Roseta para manter sua alimentação saudável (e peso!) No caminho certo à medida que avança em um dia normal.

Nível 1: Desejo (10:00)

Ajudantes da Fome

Espere a tua lingua. Pergunte a si mesmo: "Faz sentido estar com fome agora?" Se você fez uma refeição satisfatória antes, sua próxima mordida deve acontecer em pelo menos três horas. Mantenha seu hábito emocional de comer sob controle esperando que ele acabe; o desejo deve passar em cerca de 15 minutos. Enquanto isso, diga a si mesmo que não vale a pena sucumbir: comer chocolate de baixa qualidade acalmou o mau humor por apenas três minutos em um estudo publicado na revista Appetite.

Brilhe uma nova luz sobre as coisas. Engane seu cérebro fazendo-o pensar que está conseguindo o que deseja com uma vela com cheiro doce ou salgado, sugere Alan Hirsch, M. D., fundador e diretor da Fundação de Pesquisa e Tratamento do Cheiro e Gosto em Chicago. "É chamado de saciedade sensorial específica. Cerca de 90 por cento do que chamamos de sabor é realmente cheiro. Então, se você sentir o cheiro de algo como chocolate, isso eliminará seu desejo por ele e outros alimentos doces", explica Hirsch, que tem conduzir muitos estudos sobre o assunto. Por outro lado, se você cheirar algo saboroso, como tempero de abóbora, isso eliminará seu desejo por alimentos salgados. Uma advertência: acender uma vela perfumada só funciona na ausência de comida, portanto, certifique-se de que os pratos de doces de seus colegas não estejam à vista.

Nível 2: Honestamente com fome (13h)

Sua cabeça latejante, vontade de rastejar embaixo da mesa para tirar uma soneca ou explosão brusca em seu estagiário pode ser apenas TPM ou aquele treino duro de HIIT que você fez esta manhã - ou pode precisar algum combustível. "Os sinais biológicos que permitem que você saiba que precisa comer logo são diferentes para cada pessoa", diz Albers. Mas sua mente o ajudará a descobrir. Quando seu corpo precisar de energia, ele enviará uma mensagem ao seu cérebro para lançar uma apresentação de slides mental de alimentos que não podem (e não vão) parar de tocar até você comer, diz ela.

Ajudantes de fome

Evite ficar "faminto" (com fome + raiva). Em vez de atacar alguém, mastigue isso: um punhado de pistache recheado com alto teor de proteína em suas cascas. Um estudo de 2011 publicado no Appetite descobriu que as pessoas consumiam menos calorias (86 para ser exato) e ficavam mais saciadas quando tinham que remover o pistache de suas cascas. "Qualquer coisa que naturalmente retarde você vai ajudá-lo a ter mais controle sobre o quanto você come", diz Albers.

Deixe um rastro. Mantenha uma pilha dessas conchas enquanto faz o lanche para se lembrar visualmente do quanto você comeu, um truque que a pesquisa mostra que também pode ajudá-lo a reduzir o consumo. Se você preferir algo doce, Albers recomenda uma tangerina média. "Eles são mais fáceis de descascar do que laranjas normais, contêm apenas 50 calorias e são carregados com vitamina C, o que ajuda sua imunidade quando você está se sentindo estressado."

Nível 3: Voraz (2:30 pm)

Você não precisa olhar para o relógio para saber que perdeu a hora do almoço - você pode praticamente sentir o sabor do cheeseburguer dançando em sua cabeça. Você sabe que não deve ir ao McDonald's, mas sua força de vontade está diminuindo. Mesmo os bagels velhos que você orgulhosamente deixou passar na reunião desta manhã estão começando a parecer tão bons quanto um jantar gourmet.

Hunger Helpers

Responda, não reaja. "Neste ponto, sua energia está muito baixa para caçar alimentos saudáveis", diz Albers. "Isso é quando as pessoas vão para a dose rápida - como açúcar ou café - para uma alta rápida." Mas só porque você está pensando em um petisco, doce ou com cafeína não significa que você precisa se comprometer com isso. "Há uma lacuna de sete segundos entre o momento em que tomamos uma decisão e o momento em que estamos cientes dela. Você tem o poder de seguir em uma nova direção", acrescenta Albers. No caso do bagel, corte ao meio e coma bem devagar. Há uma chance de você não terminar se seu corpo perceber que está cheio antes da última mordida. Se você acabar tendo a outra metade, saboreie realmente (mastigue ainda mais devagar) para garantir a satisfação, o que pode impedi-lo de procurar mais fast food depois.

Relembre. Quando você já está deprimido, é fácil recorrer a alimentos reconfortantes que, na verdade, estão longe de ser reconfortantes. Comer um ou dois Oreo pode ser bom na hora, mas devorar metade da caixa de uma vez vai deixar você tomando um gole da garrafa de Pepto-Bismol. "As mulheres são ruins em descarregar a raiva em si mesmas, então elas podem sabotar suas dietas", diz Albers.

Em vez de deixar as coisas irem de mal a pior, pare tudo o que estiver fazendo e feche seu olhos por um momento. "Quando você para de multitarefa e bloqueia todos os estímulos em seu caminho visual, você é capaz de pensar com mais clareza", diz ela. Fazer isso pode dar a você a chance de lembrar como foi horrível a última vez que você foi à cidade em Oreos. "Focar nas consequências imediatas, como dores de estômago, é muito mais eficaz do que pensar no futuro, como ganho de peso", acrescenta Albers. Por outro lado, também ajuda a se lembrar de como você se sentiu bem depois de comer uma refeição saudável, como uma sopa ou salada de um baseado próximo. Onde pedir o seu almoço tardio deve ser óbvio.

Nível 4: Satisfeito (15:15)

Você já ouviu falar este lugar mágico Cachinhos Dourados onde você se sente "perfeito" após uma refeição. Claro, não é fácil encontrar aquele meio-termo em que você não está nem com fome nem saciado, reconhece Albers. É necessário um certo nível de atenção para se tornar consciente quando você não está mais pensando ou querendo comida - mas isso pode ser feito.

Ajudantes da Fome

Termine com uma nota alta. Ao contrário da crença popular, a última mordida não é a melhor. "É uma tradição que terminar seu prato vai te deixar feliz", diz Albers. Largue o garfo antes de se saciar e parará de pensar na refeição. Além disso, nada se compara à primeira mordida, que é o verdadeiro empecilho. "Grande parte da experiência sensorial da comida está na primeira mordida", diz Hirsch. "Seu olfato diminui a cada mordida subsequente. Se você está comendo um bife e alguém o troca por carne de cavalo na metade, você pode não notar a diferença." Esperemos que nenhum de seus companheiros de jantar seja brincalhão.

Nível 5: Recheado (15h30)

Sua mastigação barulhenta e excessivamente zelosa abafou o repicar de seus sinos de saciedade 15 minutos atrás? Não é tarde demais para consertar sua gafe. Assim que você perceber que comeu demais, coloque o garfo de lado e siga este plano de recuperação ativo.

Ajudantes da Fome

Continue. Embora uma sesta pareça tentador, ir para a horizontal apenas sinalizará seu corpo para desligar-se, literalmente entrar no modo de hibernação e diminuir a digestão. Fique ereto, sentado, em pé ou caminhando, para ajudar a preparar sua refeição.

Torne-se o alimentador ambulante. Uma volta pelo escritório ou uma caminhada antes de entrar no carro após o jantar ajudará a acelerar um pouco o trânsito digestivo, diz Albers. Claro, você faz parecer um zumbi com seu andar largo e difícil, mas pelo menos você está evitando um coma alimentar ruim. Se você não consegue se mover, experimente esfregar sua barriga inchada suavemente em círculos no sentido horário para relaxar seu abdômen e ajudar na digestão.

  • Por Cristina Goyanes

Comentários (4)

*Estes comentários foram gerados por este site.

  • Cremilda D Mafra
    Cremilda D Mafra

    Atendeu minhas expectativas.

  • giana nenemann
    giana nenemann

    Atendeu minhas espectativas

  • onófria k drosda
    onófria k drosda

    Este é um bom produto top

  • reece d. galvão
    reece d. galvão

    Sempre usei

Deixe o seu comentário

Ótimo! Agradecemos você por dedicar parte do seu tempo para nos deixar um comentário.